Viagem

Viagem para Maceió – Parte 1.

Vamos falar um pouco sobre viagem?
Nossa, se eu pudesse, viajaria o tempo inteiro. Conheceria cada canto do Brasil e do mundo. Que sensação maravilhosa que dá quando estamos viajando, né?

Nas minhas férias, ano passado, fui para Maceió – AL, fiquei uma semana lá e foi a melhor semana. Cada praia linda, uma mais incrível que a outra. Nossa!

Bom, vamos lá. Vou contar um pouquinho como foi..

Primeiro dia (Chegada):
Nós fechamos um pacote pelo Hotel Urbano, então, além de passagens e hospedagem, também estavam incluídos alguns passeios. No dia em que chegamos, no aeroporto pegamos o transfer que nos deixou no hotel. A empresa chama Lucky Receptivo, era com ela que iríamos fazer todos os passeios pelas praias. E sério, eles são muito atenciosos, simpáticos, prestativos.. Dou nota dez para essa empresa de turismo, nos atenderam super bem. Enquanto estávamos indo para o hotel, o moço foi explicando tudo certinho, ia falando também um pouco sobre a cidade e, ainda deixou o contato dele para caso nós tivéssemos alguma dúvida durante a viagem.
Bom, enfim chegamos ao hotel. Depois de quase doze horas de aeroporto (não fizemos voo direto). Depois do check-in, deixamos nossas malas no quarto, vesti uma roupa mais confortável e saímos para comer alguma coisa e conhecer a região.

img_6344
Drink com sorvete de creme no quiosque

Nosso hotel ficava há umas três quadras da praia de ponta verde, pertinho. Caminhamos um pouquinho e entramos em um quiosque para comer e tomar aquela cervejinha, que apesar de ter chovido um pouco, estava aquele calor. No primeiro dia ficamos apenas conhecendo por ali mesmo, vendo onde poderíamos comer e tudo mais.

 

Segundo dia (Praia do Francês):
Já no segundo dia, começava nossos passeios. Acordamos bem cedinho para tomar o café da manhã, já que o ônibus iria passar às 7 horas na porta do hotel, para irmos até a Praia do Francês.

a1f276bf-6f73-471a-b6b7-a774160e8f3b
Foto clássica no nome da praia

É uma praia que se localiza no município de Marechal Deodoro, que fica a  uns vinte km de Maceió. Chegando na Praia do Francês, eles meio que ficam insistindo que você marque logo seu almoço, porque pode lotar e demorar muito. Mas, as 9 horas da manhã, você não vai ter fome para pensar em almoço, então, escolhemos qualquer prato do cardápio, só para deixar reservado mesmo. Ahh, e além disso, ainda ficavam falando pra fazermos o passeio para as piscinas naturais, que iria sair às 10 horas. Fechamos o passeio e fomos para a praia.

6f2bc31b-751f-46ae-af47-80f4dbe46094
Praia do Francês

Na areia tinha bastante gente e muito, mas muito ambulante vendendo algo. A cada dois minutos passava um ambulante. Deixei a bolsa lá no guarda volume, porque já que íamos para as piscinas, achei melhor guardá-la. E um rapaz que estava vendendo bebidas, ficou de olho no nosso guarda-sol, para que quando voltássemos, não perdêssemos nosso lugar. Então, deu 10 horas e fomos para a jangada que ia nos levar até as piscinas.
Acho que essa foi a parte mais divertida da Praia do Francês, porque na jangada, o capitão contava sobre a história das ilhas, das praias e tals. Uma hora, ele parou a jangada no meio do mar, para que um outro rapaz (que também trabalhava lá) trouxesse alguns animais do fundo do mar para a gente conhecer e até pegar na mão. Ele trouxe três tipos de ouriços e duas estrelas do mar. Por fim, o capitão foi passando com uma Lula. Como tinha bastante gente, foi bem animado.

Enfim, chegamos às piscinas naturais. Água transparente e não era gelada. Incrível como dava para ver as pernas de baixo da água. Um lugar maravilhoso!

 

4ee3324d-c742-4266-98e7-475b19fc8eba
Piscinas naturais
5f8b7973-f033-48ee-a5b9-a68ccd4c2d31
Piscinas naturais

 

Terceiro dia (São Miguel dos Milagres):
No sábado tivemos que acordar bem mais cedo, pois iríamos para São Miguel dos Milagres e o trajeto até lá durava umas duas horas, de onde estávamos. Bom, chegamos em um local em que é uma pousada ao ar livre, com umas espreguiçadeiras grandes de um lado e do outro, redes e sofazinhos. Tudo muito bem cuidado, muito fofo!

img_6456
Entrada da pousada para a praia
img_6467
Dentro da pousada, de frente para o mar

Nessa praia também tinha um passeio até as piscinas naturais. E nesse, a gente ia numa jangadinha em que cabia apenas seis pessoas. O mais legal, é que a gente praticamente andou sob o mar, pois a maré tava tão baixa, que até chegar nas jangadas, a gente andou bastante pela água.

img_6571
Maré baixa

Chegamos nas piscinas e podia ficar meia hora, se não me engano. Mas que vista maravilhosa, meu Deus. Fiquei muito encantada, de verdade! Uma água azul clarinha, que dava para ver os peixes nadando por ali. Uma obra perfeita de Deus! Apesar de os instrutores terem pedido para não subir nos arrecifes, pois é natureza e podia desgastar. Teve muita gente que subiu, infelizmente! Mas o lugar todo é maravilhoso. Não queria mais sair dali!

img_6515
Piscinas naturais
img_6516
Ótimo lugar pra ir com o mozão ❤

Depois voltamos para a pousada, o mar já estava voltando a ficar com a maré mais alta. Aproveitamos bastante e, quando já estava perto da hora de voltar para o hotel, almoçamos. Os garçons foram bem atenciosos, o tempo todo preocupados que a nossa comida estava demorando bastante para chegar. No final chegou tudo certinho e estava uma delícia.

Vou dividir o post para não ficar muito extenso, os outros dias vou contar no próximo! ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s