Lifestyle

O tal do “Ranço”.

O jovem é um ser engraçado, né? Inventa cada palavra que depois fica na moda, como é o caso do RANÇO. Por mais que seja uma palavra engraçadinha, pegar ranço de alguém não é nada divertido, juro. Se você nunca se sentiu assim, sorte a sua. Porque se um dia pegar ranço de alguém, meu amigo, se prepare para que tudo na pessoa te irrite ao extremo. Não, não estou brincando, muito menos exagerando. Vai por mim!
Mas o que é o tal de ranço?“. Bom, deixa eu ver se consigo explicar. Sabe quando algo fica engasgado e não desce de jeito nenhum? Que não adianta tomar água, comer pão, nada.. Nada ajuda a descer? Então, imagina com uma pessoa, quando essa pessoa te irrita. Ela não pode falar um “AH”, que a voz dela já fica ecoando na sua cabeça e você pensa “nossa, fulano não vai ficar quieto nunca?“. Ela não pode mexer o dedinho do pé, que você já pensa “pelo amor de deus, tira esse ser daqui“. O jeito irrita, o perfume parece que é fedido ou enjoativo, enfim, só da pessoa existir você já tá com ranço dela. Às vezes, ela nem fez nada pra você, mas sabe quando o santo não bate? Então.
Sabe o que é pior? É quando você precisa conviver com esse ranço diariamente, seja no trabalho, na faculdade, no metrô (já que pega todo dia no mesmo horário e possivelmente vê as mesmas pessoas todos os dias), seja onde for, sempre tem aquela pessoazinha que seu santo não vai com a cara, não adianta, não há Cristo que faça ela te agradar. Eu sei que enquanto você está lendo, já veio uma imagem na sua cabeça, não é mesmo?
Porém, ainda tem o lado divertido nessa história toda. Vamos combinar, temos que sempre pensar em um lado positivo, a vida já é muito difícil pra muita negatividade. Enfim, o legal é pegar ranço de uma pessoa, contar para suas amigas e elas também ficarem com raiva da pessoa. Nem conhecem, mas tão lá, imaginando como a pessoa deve ser um “pé no saco”. Ah, temos que rir, né? Pra que deixar a raiva em nossos corações?
Bom, se você pegou o tal ranço de alguém, a dica que eu tenho pra você é: não tem o que fazer, sinto muito. Apenas tente ignorar a existência desse ser o quanto puder. E se precisar conviver com ele, simples.. Faça a egípcia e finja que nada aconteceu, depois vai no grupo das suas amigas e conta tudo para passar sua “raiva”.

Anúncios

Um comentário em “O tal do “Ranço”.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s